quarta-feira, 28 de junho de 2017

Andando na Luz da vida

Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. JOÃO 8.12

Antes de nascerem nossos filhos, comecei a perceber algumas verdades a respeito da vida eterna. Acreditava que, pela graça de Deus, eu poderia andar na luz da vida eterna. Sabia que os efeitos disso sobre meus filhos seriam bons, que essa minha atitude poderia determinar que tipo de pessoas eles viriam a ser.
As pessoas podem ter a vida eterna, mas, se não andarem na luz que ela irradia ou não deixarem que Deus aprimore o caminho delas, jamais chegarão à perfeita varonilidade - aquela estatura de varão perfeito, prevista por Paulo. Nós temos a vida eterna, mas precisamos apropriar-nos dela, andando na luz que provém do Filho.
As crianças precisam de lares onde estejam presentes a vida eterna e o amor de Deus. É notório o fato de que crianças cujos pais possuem essa vida e andam na luz dela, correspondem favoravelmente à sã doutrina. Quem nasce em um lar cristão aprende a ter discernimento espiritual desde a mais tenra idade, tornando-se mais fácil de ser disciplinado. Os adolescentes que aceitam a vida eterna e deixam que ela os domine passam a ter a mente de Cristo (1 Co 2.16).


Confissão: "A vida de Deus está em mim. Esta vida é a luz e afeta o meu desenvolvimento. Ando nessa luz; ela afeta o meu lar!"