domingo, 18 de junho de 2017

No que devemos crer

Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras, e que foi sepultado, e que ressuscitou ao terceiro dia, segundo as Escrituras. 1 CORÍNTIOS 15.3,4

Li, há algum tempo, sobre um suposto ministro do Evangelho. Ele era um homem famoso e, quando chegou a certa cidade grande, os repórteres perguntaram-lhe a respeito de um artigo, no qual ele declarara: "Há dúvida no que tange ao fato de Jesus realmente ter ressuscitado dentre os mortos. Todavia, não faz diferença se Ele ressuscitou ou não".
Faz toda a diferença!
Assim como céu e inferno são instâncias diferentes, há diferença entre ser perdido e ser salvo; entre a vida e a morte espiritual!
Recebemos a vida eterna, ou seja, nascemos de novo, quando cremos que Jesus Cristo é o Filho de Deus; que Ele morreu pelos nossos pecados e ressuscitou dentre os mortos!


Confissão: "Creio que Jesus Cristo é o Filho de Deus e que Ele morreu pelos meus pecados, Creio que Ele foi ressuscitado dentre os mortos para a minha justificação, ou seja, para a minha comunhão com Deus. Creio, em meu coração, que eu sou a justiça de Deus (2 Co 5.21). Sou justificado por meio do sacrifício de Jesus".